Rua António Enes, Bairro do Chaimite, Cidade da Beira  •  (+258) 87 47 10 104  •  comercial@fundza.co.mz

Fundza

Fundza selecciona 11 originais na terceira chamada literária

A Editorial Fundza lançou, no passado mês de Novembro, a terceira chamada literária. A iniciativa anual pretende dar oportunidade de publicação aos jovens autores talentosos, moçambicanos, sem nenhum custo para a publicação do livro.

Nesta terceira edição, foram inscritos 104 projectos literários, entre os quais 11 seleccionados, designadamente: Marina, é hora de voar!, de Silmério Uaquessa e Obedes Lobadias,  Jornada do rei alfabeto, de Stélio Filipe (infanto-juvenil); A boca negra-a seiva, de Kafir Enes, A promessa do mentiroso, de Natércia Chicane (romance); O filosofar dos corpos, de Atanásio Mutoropa, O endereço para dentro do segredo, de Baptista Américo, Metapolimorfose do ar, de Beni Chaúque, Locus-corpus, de Jeremias Francisco Jeremias, Poemas do breve, Lex Mucache, Tocar o ser, de Sánia Iacuti, e O prazer ao chorar de dor, de Whaskety Fernando (poesia).

Das 104 propostas literárias inscritas na terceira chamada da Fundza, 30 são de poesia, 29 romances e 45 contos e/ou crónicas.

Nas duas anteriores chamadas literárias, a Fundza lançou aproximadamente 30 livros de autores de praticamente todo o país, o que se insere no plano de a editora descentralizar as oportunidades de publicação.

Um dos livros seleccionados na segunda chamada literária da Fundza, Pétalas negras ou a sombra do inanimado, de Belmiro Mouzinho, foi distinguido na primeira edição do Prémio Literário Mia Couto, no género poesia.

Partilhar post:

Ver também